Coisa de macho!

Um dos blogs mais engraçados sobre o estilo homem de ser é o Testosterona - O blog do macho moderno!

Humor e algumas verdades sobre nós e nosso jeito estranho de ser. E é claro, mulheres, muitas mulheres. Vídeos, fotos, links,... Nada de pornografia, mas muita sensualidade. Várias mulheres frequentam o blog e mandam suas fotos com os dizeres "Eu acesso o Testosterona". Recentemente uma foi adicionada, por votação, como postadora.



Venho aqui mui humildemente prestar minha reverência a um blog bem feito, com conteúdo, atualizado frequentemente e muito legal. Quando o stress pintar dá uma passada nele que com certeza você relaxa. Ou se você for bem apessoada e tiver um corpinho maneiro nos mande um e-mail que de repente marcamos um relaxamento a domicílio - creio que seja o que ele diria... lol

Faz algum tempo que ele está atrás de um novo mascote para o blog. Se alguém aqui for artista e quiser mandar algo pra ele, me manda que eu encaminho.

Não sei desenhar mas tá aqui uma imagem para homenageá-lo.



No sofá, é claro.


9 comentários:

pintadinha... disse...

homem sofá...
BOA DIVERSÃO!

Homem-Sofá disse...

O que é isso pintadinha?
É só uma amiga...

Pintadinha... disse...

EU CONHEÇO A MOÇA DO SOFÁ!!!!!!!

Homem-Sofá disse...

Já falei menina é só uma amiga.
Mas gosto de saber que uma fã se importa. :)

Pintadinha... disse...

E se eu pudesse entrar na sua vida?

Eu teria liberdade de ação?

Poderia ver-te, sem pressa, todo dia?

Poderia abraçar-te?

Sentir o teu corpo no meu?

Sentir a tua mão na minha?

Não sentir meus pés no chão?

Não sentir o mundo à volta?

Subir no teu colo e ser em teus braços envolta?

Eu teria acesso à tua intimidade?

Poderia usar tuas roupas íntimas?

Sujá-las? Lavá-las?

Perfumá-las com meu cheiro?

Dormir contigo sob um lençol macio?

Sob paz?

Sem culpa? Sem crise?

Nem cobrança, nem medo?

E não pensar em mais nada?

Deixar rolar? Viver o momento?

Seria eterno? Seria pleno?

Seria infinito? Seria maldito?

Haveria segredos? Haveria disputas?

Seria mágico ou trágico?

Seria encanto ou pranto?

Seria errado? Seria certo?

Seria breve ou completo?

Como seria?

E se eu pudesse entrar na sua vida?

Pintadinha... disse...

Deduzir nem sempre é interpretar a verdade dos fatos.

É um pré-julgamento de certezas alheias.

É criar um mundo de ilusões baseado na própria maneira de enxergar a vida.

Deduzir, é curiosidade aguçada, é tentar desvendar o sagrado de cada um.

É definir o abstrato, autenticar o irreconhecível, camuflar o fidedigno.

Já não bastam as deduções que temos de enfrentar durante nossa caminhada!

Deduções de caráter, de estilo, pensamentos, comportamentos, sentimentos.

Saem por aí subtraindo nossa personalidade, nossa estética, descontam por conta própria palavras e atitudes de um vasto conjunto de idéias.

Sub-traem, exatamente, traem por baixo. É sujo.

Julgam o que vêem no exterior do corpo, da pele.

Visam carcaças feito matadouro.

Quem olha do lado de fora não identifica as verdadeiras razões e intenções.

Mensuram inexatidões, descartam probidades, anulam qualidades.

Só aceito e concordo com os descontos comerciais, em notas fiscais, mesmo assim discriminados os percentuais.

Agora, reduzir-me feito número decrescente?

Não preciso de aproximações feito dízima periódica, sei o que quero dizer quando escrevo exatamente.

Rafael Jusi disse...

Esse blog é muito bom. O cara, como todo cara, põe maior banca, mas eu aposto na tese de que é um nerd virgem de 15 anos. :-)

Escrevendo na Pele disse...

Sem fôlego. Muda.

Homem-Sofá disse...

Você escreveu tudo que eu consegui pensar desde o momento que li. Estou à 2 dias pensando no que escrever em retorno e não consigo.

 
© 2009 | O HOMEM-SOFÁ | Por Templates para Você